Artigos


Foto manipulações: admirar ou não tolerar?

Pude constatar que as fotografias mais chocantes de violência

Por Charles Holland*

A maioria que visita a Galeria sobre os índios Yanomani  da Claudia Anbujar  no Parque Instituto Inhotim em Minas Gerais sai encantado ,  alguns sem nada captar e talvez  poucos  de forma fundamentada, revoltados.  

Pergunta para reflexão de leitores: 
Como queremos que os nossos índios sejam vistos e avaliados?  Por que o povo brasileiro e todos os frequentadores  da Galeria da Claudia Anbujar  aceitam passivamente  foto manipulações? Por que não nos preocupamos mais com a nossa imagem publica no Brasil e no exterior? 

Claudia Andujar nascida na Suíça é uma fotógrafa naturalizada brasileira.  É a fotógrafa mais conhecida e famosa internacionalmente sobre a vida de indígenas. Sempre melhorou as fotografias usando tecnologia de ponta tais como  cenários – promovendo a pureza dos índios – principalmente índias lindas com 12 e 13 anos, o seu primitivismo, seus ritos culturais – sempre com auxilio de maquiadores, artistas, ensaiadores profissionais,  etc. para poder chocar, mostrar belezas perfeitas  e impressionar o mundo. Suas reportagens e fotografias foram divulgadas por todos os meios de comunicação – principalmente revistas tipo Life, com direito a manchetes de primeira pagina em todos  os jornais e revistas de grande circulação no mundo.
 
Em 1978, após ser enquadrado na lei de Segurança Nacional pelo governo militar e ser expulsa do território indígena pela Funai, retornou a São Paulo depois da anistia para políticos e equivalentes problemáticos.  No retorno organizou um grupo de estudos em defesa da criação de uma área indígena Yanomami. Claudia assumiu posteriormente a coordenação da campanha pela demarcação destas terras indígenas, o que finalmente ocorreu em 1992.  

Visitei a Galeria da Claudia Anbujar durante três horas. Pude constatar que as fotografias mais chocantes de violência contra índios sempre usavam o mesmo artista, em diversas poses. Para um olhar mais atento fica claro que é foto manipulação. As índias fotografadas como símbolo de pureza estavam todas maquiadas, com flores estrategicamente colocadas nas suas cabeças. Nunca vi tanta manipulação tão bem feita na minha vida. O mundo agradece idem a maioria dos brasileiros. É a arte feita por grandes fotógrafos/artistas com aptidões natas ou aprimoradas nas melhores escolas do mundo. 
Manipulação da opinião pública através de fotos e reportagens capciosas não é privilégio de brasileiros. 

Em todas as  iniciativas para promover progresso na Amazônia sempre aparecem bandos de índios exemplarmente fantasiados com cocares, etc. em frente ao Congresso Nacional para manifestarem contra as construções de estradas, hidroelétricas, etc. incluindo  representantes da FUNAI, IBAMA, de ONG internacionais e de centenas de profissionais das mídias internacionais. Por que existem tantos recursos para movimentar o lobby contra o progresso na Amazônia? Por que tanta ênfase internacional em mantê-la intocável?   

Algo semelhante pode ser observado abaixo, um exemplo grosseiro de manipulação da opinião pública que todos podem perceber,  até leigos entendem.